ALAGOAS 200 ANOS
Box reúne quatro livros dos principais expoentes da literatura brasileira, nascidos em Alagoas: Aurélio Buarque de Holanda, Graciliano Ramos, Jorge de Lima e Lêdo Ivo

A Imprensa Oficial Graciliano Ramos lança a coleção Biografias Graciliano, um box formado por quatro livros sobre a vida e a obra de grandes gênios alagoanos: Aurélio Buarque de Holanda, Graciliano Ramos, Jorge de Lima e Lêdo Ivo. O evento de lançamento será realizado no dia 2 de junho, às 19h, na livraria Leitura, do Parque Shopping Maceió.

As Biografias Graciliano reúnem, em edição especial, os melhores textos publicados sobre os escritores alagoanos na revista Graciliano, ao longo dos seus nove anos de existência. São artigos, ensaios, entrevistas e reportagens que permitem aprofundar os conhecimentos sobre os principais expoentes da literatura brasileira do século XX, nascidos em Alagoas.

“Neste momento em que se comemora os 200 anos de emancipação política de Alagoas, nada mais representativo da força e da criatividade do povo alagoano do que a genialidade da obra desses escritores. Por esta razão a Imprensa Oficial Graciliano Ramos de se orgulha de lançar um produto editorial que homenageia e reflete sobre esse legado cultural”, afirma Marcos Kummer, diretor presidente da Imprensa Oficial Graciliano Ramos.

Histórias de vida

No exemplar sobre Aurélio Buarque de Holanda há reportagens assinadas pela jornalista Milena Andrade e artigos de autoria de ninguém menos que Lêdo Ivo, Antonio Houaiss e Carlos Moliterno que remontam a trajetória do lexicógrafo, tradutor, filólogo, professor e crítico literário que despontou de Passo do Camaragibe para o Brasil, convertendo-se em sinônimo da palavra dicionário. Vale relembrar que o alagoano se tornou imortal na Academia Brasileira de Letras, em 1961.

Aurélio, cuja carreira de dicionarista autodidata começou em 1941, foi o primeiro a publicar um dicionário no Brasil com mais 60 mil vocábulos, inovando na linguagem, fácil e acessível ao grande público leitor, e também ao incluir expressões brasileiristas já no conteúdo da primeira edição de o Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. Apesar de sua morte, há 28 anos, a grande obra do alagoano se perpetua, sempre atualizada, chegando à quinta edição pela editora Positivo.

“O Aurélio nasceu para ser dicionário. Não há nenhum que consiga superá-lo. Você abre o seu dicionário e é seduzido pela riqueza, por aquele tesouro de palavras”, refletiu Lêdo Ivo sobre o amigo e conterrâneo.

Já o exemplar sobre Graciliano Ramos apresenta textos dos jornalistas Mário Lima, Janayna Ávila, Carla Castellotti, Francisco Ribeiro, Rafhael Barbosa e Kassia Nobre que buscaram revelar as diversas nuances da personalidade do autor de Vidas Secas e São Bernardo, realizando entrevistas com amigos e familiares do escritor, percorrendo as principais cidades em que ele habitou em Alagoas.

A Biografia do Mestre Graça traz ainda artigos e ensaios de renomados intelectuais alagoanos que discutem a obra do escritor, sob diversos pontos de vista. São eles: Enaura Quixabeira Rosa e Silva, Edilma Acioli Bomfim, Luiz Sávio de Almeida, Vera Romariz, Maria Heloísa Melo de Moraes e Fernando Fiúza. Esses textos refletem, entre outros temas, sobre a visão política do artista, sua produção jornalística e sobre os traços autobiográficos na ficção. “As nossas personagens são pedaços de nós mesmos, só podemos expor o que somos”, afirmou Graciliano Ramos, ao discutir sobre os possíveis alter egos contidos em suas narrativas.

A Biografia de Jorge de Lima, por sua vez, revela todo o ecletismo do “príncipe dos poetas” que também versou na prosa e nas artes plásticas. O exemplar traz uma entrevista com o jornalista Claufe Rodrigues, um dos maiores especialistas na obra do artista. Reúne também uma série de reportagens assinadas pelos jornalistas Fernando Coelho e Morena Melo Dias que entrevistaram familiares, amigos e especialistas na obra do médico poeta, revelando todas as facetas e transformações de estilo vividas pelo artista. Há também um artigo do jornalista Maurício Melo Júnior sobre os caminhos entrecruzados de Jorge de Lima e Graciliano Ramos.

Escritos quando Lêdo Ivo ainda estava vivo, os textos da Biografia do quinto ocupante da cadeira 10, da Academia Brasileira de Letras, traz uma entrevista exclusiva na qual ele relembrou a infância em sua terra natal, Maceió, o início da carreira jornalística no Rio de Janeiro e discorreu sobre seu livro mais célebre: Ninho de Cobras. “É um romance sobre os alagoanos que não imigram, aqueles que amam Alagoas, que acham que lá é o melhor lugar do mundo. (…) É a história de alagoanos que amam a terra natal como as cobram amam os ninhos de pedras, com todos os defeitos, com as fofocas, o adultérios, os assassinatos”, descreveu.

O exemplar apresenta ainda artigo de Fernando Fiúza, sobre a Maceió invocada na prosa e versos de Lêdo Ivo e outro, assinado pela historiadora Leda Almeida, sobre a intensa alagoanidade da obra do escritor.

O box Graciliano Biografias estará disponível inicialmente na livraria Leitura, e na livraria da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, inclusive na sua loja virtual (www.imprensaal.com.br/loja/). Em seguida será distribuída nas principais livrarias de Maceió. Chegará aos leitores pelo preço de R$ 30. Garanta o seu exemplar.

Mais informações:

Patrycia Monteiro – Coordenadora Editorial da Imprensa Oficial Graciliano Ramos

Contatos: 82 98883-7609 ou 3315-8303

Email: [email protected]